Posts Marcados música

Você sabe como surgiu o nome da sua banda preferida?

AC/DC – A irmã de Angus e Malcolm Young, Margaret, criou o nome. Aparentemente ela achou a sigla em um eletrodoméstico, e achou que casava bem com a banda, visto que tinha a ver com eletricidade (AC/DC é um indicativo de corrente contínua e alternada). Depois descobriram que era também uma gíria que designava bissexuais mas já era tarde. São infundadas as versões de que o nome seria uma sigla para Anti-Christ/Dead-Christ (anticristo, cristo morto).

***

Aerosmith – O nome Aerosmith não significa absolutamente nada. Foi proposto por Joey Kramer e, segundo Steven Tyler, foi o único nome entre vários propostos que ninguém odiou.

***

Angra – O nome foi escolhido por duas razões: por ser um nome tipicamente brasileiro (dado à “Deusa do Fogo”) e por parecer o adjetivo “Angry” (em inglês, raivoso).

***

Bee Gees – Como em BG’s, ou seja, Brother’s Gibb. Curiosamente duas pessoas que ajudaram o então quinteto australiano se chamam Bill Goode e Bill Gates (um DJ local).

***

Biquini Cavadão – O grupo se formou no Colégio São Vicente de Paula. Tocando covers de Kid Abelha e Paralamas, receberam do amigo Herbert Vianna, a sugestão do nome do grupo. Herbert que impressionado com a juventude do grupo, que saía da adolescência, disse: “Se eu tivesse essa idade, tudo que eu queria era pensar em: mulheres, carros, biquini cavadão…”. Daí o nome.

***

Blink-182 – Eles queriam se chamar Blink mas já havia uma banda Irlandesa com esse nome. 182 é a quantidade de vezes que Al Pacino diz a palavra “fuck” no filme “Scarface”.

***

Bob Dylan – Seu nome verdadeiro é Robert Zimmerman. Achando o nome excessivamente étnico e sendo grande admirador do poeta Dylan Thomas, ele mudou para Bob Dylan.

***

Capital Inicial – Antes do Capital existir, seus integrantes tocavam por pura diversão em bandas brasilienses, levando seu som, com influências punk, aos bares e praças da cidade, barbarizando a Capital Federal. Mas, engana-se quem pensa que o nome da banda tem a ver com Brasília. Eles não tinham mesmo a grana para começar; não tinham o capital inicial. (Colaborou: Leandro Silva)

***

Guns N’Roses – Tirado dos nomes de Tracii Guns e Axl Rose ou de suas respectivas bandas, LA Guns e Hollywood Roses.

Anúncios

,

Deixe um comentário

Fones da Panasonic

Outro dia, postei umas embalagens criativas e hoje me deparei com essas lindíssimas da Panasonic ao estilo de notas musicais:

Agência: Scholz & Friends

, , , ,

Deixe um comentário

FNAC Festa da Música: Para aqueles que não podem viver sem ela

Conceito simplesmente LINDO, SIMPLES e INTELIGENTE.

Agência: Forchets, Itália
Diretor de Criação: Francesco Montella
Diretor de Arte: Livio Grossi
Fotógrafo: Davide Bellocchio
Publicação: June 2010

, , , ,

Deixe um comentário

#ClipeFracasso e a descontrução da personagem

Os twiteiros de plantão que acompanham campanhas em mídias sociais devem ter visto que a roqueira Pitty lançou um novo clipe chamado “Fracasso”.

Na minha opinião, um dos clipes mais geniais dos últimos tempos pois possui um conceito muito inovador: trabalha a descontrução da personagem. Esta começa sorrindo, “se achando” e muito bem maquiada. Com o tempo, começa a borrar sua maquiagem e, mesmo assim, não perde a pose. Há momentos em que a imagem pode lembrar o Coringa do Batman e o próprio Hitler. A cantora alega ter sido algo espontâneo e não-planejado. Se sim ou se não, não é o mais importante. O que realmente interessa é que esses dois personagens são ótimos exemplos de descontrução, de fracasso. Mesmo que um seja ficção e o outro real, são conhecidos no mundo inteiro como pessoas que viveram uma ilusão de sua realidade e no clipe há momentos em que, com a maquiagem borrada, a personagem insiste em arrumar o chapéu que está caindo e sorrir, sem dar-se conta de sua realidade.

Muitas pessoas não gostaram do clipe por ele ter saído dos padrões de “historinha”  ou dos que aparecem a banda tocando. A respeito disso, a cantora escreveu em seu blog uma breve explicação que vale a pena ser lida.

Eis o making off do clipe e, em seguida, o próprio dito cujo:

Também é legal ler a letra da música verso por verso para entendê-la. Ela é cheia de simbolismos e impressionantemente inteligente:

Fracasso

O êxito tem vários pais
Orfão é o seu revés
“Aos que sofrem, por fim o céu”
Abranda a raiva

O que trago sobre os ombros
É meu e é só meu
Sustento sem implorar a benção e o pesar
Mais vil é desdenhar
do que não se pode ter…

Vive tão disperso,
Olha pros lados demais
Não vê que o futuro é você quem faz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Atribui ao outro a culpa por não ter mais
Declara as uvas verdes, mas não fica em paz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça

O maestro bem falou
A ofensa é pessoal
Quem aponta o traidor
É quem foi traído

Já sabe o que é cair,
Ao menos tentou ficar de pé
E, vítima de si, desproza o que nunca vai ter
O mais verde é sempre além
do que se pode ver

Vive tão disperso,
Olha pros lados demais
Não vê que o futuro é você quem faz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça
Atribui ao outro a culpa por não ter mais
Declara as uvas verdes, mas não fica em paz
Porque o fracasso lhe subiu a cabeça

Composição: Pitty

, , ,

Deixe um comentário