Posts Marcados propaganda

Novo nascimento

“Uma boa parte da propaganda não funciona porque ela não chega às pessoas” (John Hegarty, executivo de propaganda)

O que a maioria das pessoas faz antes de adquirir algo com um valor alto e totalmente novo? Pergunta! Pergunta para o Google, pergunta para o professor, o mestre, o marido, o namorado, os amigos… PERGUNTA!

O simples ato de “perguntar” demonstra confiança e proximidade. Não se pergunta a um vendedor, louco para aumentar sua comissão, se um determinado carro vale a pena; pergunta-se a um amigo usuário do mesmo carro se ele já teve algum problema com o automóvel.

O consumidor nunca teve tanto poder como hoje em dia. Não se faz mais propaganda massiva, mas define-se um target (público-alvo). Um comercial não é colocado várias vezes em um mesmo período para fazer com que o consumidor memorize e compre. Isso é coisa do passado, de antigas teorias da comunicação que acreditavam no estímulo adentrando o indivíduo sem encontrar resistências.

Uma pessoa só acredita em quem confia

Para se fazer um amigo, não basta saber seu nome, onde mora e o que faz da vida. É necessário participar de suas atividades, suas frustrações e problemas. Da mesma maneira, para se fidelizar um cliente, não basta saber seu nome, endereço, telefone e e-mail. Deve-se estar perto, adquirir confiança, importar-se.

Para isso, surgiram as mídias sociais.

O ser humano é, antes de mais nada, um ser social. Mídias sociais são maneiras de interação entre pessoas (e empresas) por meio de diversas plataformas midiáticas. Este blog, por exemplo, é uma maneira de interação entre autora e leitores.

Com a internet, amizades virtuais se tornaram comuns e, para contar uma novidade a um amigo, não é mais necessário encontrar-se com ele: basta entrar no MSN.

Da mesma forma, para contatar, prospectar, interagir e fidelizar clientes, as empresas criaram perfis em diferentes redes sociais. Entre erros e acertos, empresas têm se esforçado para se adaptar;

Nascendo de novo

Dentro dessa realidade, este blog tem seu segundo nascimento: a mudança de conceito. A partir de hoje, não vou mais falar de tudo um pouco, e um pouco de tudo.  Pretendo focar em mídias sociais que, inclusive, é o tema do meu TCC.

Enjoy!

, , ,

Deixe um comentário

Não dá pra não ler/acessar/baixar/twittar

O slogan da Folha era “Não dá pra não ler”. Mas agora, com toda essa revolução digital, eles resolveram brincar um pouco com isso: “Não dá pra não ler/acessar/baixar/twittar”.

Peça criada pela África, é um bom exemplo de renovação dos antigos padrões sem deixar de ser tradicional. 😉

, , , ,

Deixe um comentário

Online vs. Offline

Anúncio inteligentíssimo:

“Existe uma diferença básica entre promover seu negócio na internet e anunciar da maneira tradicional.
Clique nesse anúncio para saber porque.”

Via @Brains9

,

Deixe um comentário

“A única coisa que você não vai gostar da vida é que ela parecerá curta demais”

Comercial lindíssimo da Coca-Cola

, ,

Deixe um comentário